Alzheimer - SalutemPlus
Video do artigo

Alzheimer —Implacável e, por hora incurável

Data de publicação: 22/02/2018 às 15:07

286x291




286x291
O que é o Alzheimer?


A Doença de Alzheimer ou mal de Alzheimer é um tipo de demência que apresenta um  transtorno neurodegenerativo progressivo e irreversível, que se agrava ao longo do tempo causando danos a certas funções cerebrais.

A maioria das vítimas acometidas por Alzheimer são os idosos, que por consequência têm comprometidos o funcionamento da memória, causando deterioração cognitiva, afetando diretamente as atividades de vida diária e promovendo alterações comportamentais.

O primeiro sinal da doença é a perda de memória recente, porém, com sua progressão continuada vão aparecendo sinais mais graves, como a perda de memória remota (lembranças do passado), irritabilidade, problemas na fala entre outros. Em casos mais graves, o paciente pode apresentar perda da capacidade de executar tarefas cotidianas, tornando-se completamente dependente.

Embora a cura para a doença ainda não tenha sido descoberta, com tratamentos e cuidados adequados nos mais variados pontos de atenção, é possível promover uma maior sobrevida e melhor qualidade de vida para a pessoa acometida pela Doença de Alzheimer.

É possível contribuir com quem sofre de Alzheimer através de cuidados simples como:

  • Evitar lugares com muitas pessoas e onde haja muito barulho. Esses lugares podem deixar a pessoa agitada e confusa;

  •  Não acelerar processos. O paciente de Alzheimer reage melhor a uma vida de rotinas e essas atividades cotidianas devem ser feitas a seu devido tempo. Exemplos: caminhar, comer, higiene pessoal, etc;

  • Procure oferecer liberdade. É importante que a pessoa tenha o máximo de autonomia possível, para que não se sinta escravizada pela doença. Evite falar sobre o problema na frente da pessoa e tente estabelecer rotinas que permitam a ela ter o máximo de liberdade;

  • Corpo e mente ativos é um fator essencial. Manter atividades físicas e mentais é um dos principais fatores para melhorar a qualidade de vida de quem sofre com o Alzheimer pois, desse modo, é possível retardar o avanço da doença em certos casos;

Segundo a Associação Brasileira de Alzheimer (ABRAz), no mundo há aproximadamente 35,6 milhões de pessoas com a Doença de Alzheimer, no Brasil existem cerca de 1,2 milhões de casos, a maior parte ainda sem diagnostico. O portador da Doença de Alzheimer precisa de tratamentos especiais e principalmente de carinho, amor, respeito e atenção.


Retribua o amor e atenção para aquele que já dedicou tanto afeto e atenção a você.

Veja Também:

Redatora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Revisor: Geraldo Majella
Diretor Geral: Geraldo Majella

Referências Bibliográficas:


  • Gostou? Compartilhe: