Você sabe por que é importante usar protetor solar?

Data de publicação: 31/01/2019 17:22:00
Categoria: Dicas de Saúde

O Brasil é um dos países mais ensolarados do planeta! Localizado entre os trópicos, onde a incidência solar é mais intensa, o país é um exemplo de por que o uso do protetor solar é tão importante. A exposição solar pode causar câncer de pele, o tipo de câncer mais frequente no Brasil e no mundo, aponta o Instituto Nacional de Câncer (INCA).

A função do protetor solar é proteger a pele contra as radiações emitidas pelo sol: UV-A e UV-B. Essas não são as únicas formas de radiação solar, mas são as que mais prejudicam a pele. Enquanto a exposição prolongada aos raios UV-A contribuem para o envelhecimento e deixa a pele mais bronzeada, os efeitos dos raios UV-B são potencialmente mais perigosos.

Responsáveis pelas queimaduras solares, os raios UV-B agem sobre a pele mesmo em dias nublados e, por isso deve-se usar protetor solar mesmo quando não há sensação de calor na pele. O efeito desses raios é cumulativo, e por isso é importante proteger-se diariamente.

O FPS, ou fator de proteção solar, indica o quanto o protetor solar é capaz de aumentar a proteção da pele contra os raios solares. Ao aplicar um produto com FPS 15, por exemplo, a pele pode ficar exposta por um período 15 vezes maior que o tempo sem protetor. Cada pele exige um FPS diferente, e quanto mais clara mais alto deve ser o fator de proteção.

De acordo com o Ministério da Saúde, o FPS mínimo a ser usado é o 30. Além disso, o produto deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição solar e reaplicado a cada duas horas ou menos, sobretudo quando há contato com a água ou suor intenso. A quantidade indicada é de três colheres de sopa para o corpo e uma colher de chá para o rosto.

Mesmo quando as roupas protegem a maior parte do corpo da exposição à luz, as mãos, o rosto e o pescoço continuam recebendo radiação solar e de iluminação artificial. Isso faz com que o uso do protetor solar seja necessário mesmo em ambientes onde não há incidência direta de luz solar. As lâmpadas artificiais também emitem radiação e contribuem para o aparecimento de manchas e o envelhecimento da pele.

Outras dicas para proteger-se do sol são: evitar a exposição à luz solar entre 10h e 16h; usar outras barreiras de proteção como roupas, lenços e chapéus; ficar à sombra em praias e clubes; e usar óculos escuros.

Fontes

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor técnico: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: