Uma mulher de costas segurando a parte lateral do corpo como se estivesse com dores renais

Problemas renais? saiba como a alimentação pode ser sua aliada

Data de publicação: 13/12/2018 00:00:00
Categoria: Dieta e Nutrição

O papel dos rins é essencial à vida. Eles são os órgãos responsáveis por filtrar e eliminar toxinas, manter o equilíbrio hídrico do organismo e produzir hormônios que participam na formação de glóbulos vermelhos, vitamina D e que ajudam na regulação da pressão arterial.

Quando os rins não funcionam corretamente, as toxinas ingeridas e as produzidas pelo corpo se acumulam no sangue, causando danos graves à saúde. As doenças renais atingem cerca de 10% da população mundial, e uma das formas de evitá-las é a alimentação.

Quais alimentos devem ser evitados por pacientes com doenças renais?
Algumas substâncias são conhecidas por agravar problemas nos rins, são elas: o sódio, o potássio e fósforo. Essas substâncias estão presentes principalmente em alimentos muito processados, como salsichas, geleias, molhos, chocolate, sorvete, refrigerantes e biscoitos. Para evitar doenças nos rins, a adição de sal e açúcar nos alimentos também deve ser controlada.

Os rins, quando danificados, não filtram bem o excesso de sódio e potássio no organismo, causando aumento na pressão arterial. Em casos mais graves de doenças renais, é possível que o médico oriente o paciente a reduzir também a quantidade de proteína na dieta, já que as toxinas liberadas na digestão dessa substância podem não ser filtrados corretamente pelos rins.

Em alguns casos, alimentos saudáveis como o abacate também podem ser retirados da dieta de pacientes com doenças renais, já que são ricos em potássio. Os outros alimentos saudáveis que compõe esta lista são: massas integrais, arroz integral, banana, laranja, pêssego, batata, batata doce e tomate.

Quais são os alimentos que beneficiam o funcionamento dos rins?
Alimentar-se em horários adequados, com calma e atenção faz parte dos bons hábitos de alimentação. Além disso, ao escolher os alimentos para as refeições, é importante dar atenção às frutas, aos legumes e às verduras, pois esses são alimentos que passam por pouco ou nenhum processamento e contribuem para a saúde dos rins.

Entre os alimentos aliados ao bom funcionamento dos rins estão: couve flor, alho, azeite, triguilho, repolho, pimentões, cebola, rúcula, macadâmia, rabanetes e nabo. Frutas como caju, ameixas, acerola, uvas, cranberry e abacaxi também contribuem para a saúde renal.

As melhores opções entre as proteínas são as claras de ovos, a carne de frango sem pele, peixes como o badejo e cogumelos como o shiitake.

É importante destacar que as dietas para pacientes de doenças renais podem ser diferentes e até mesmo exclusivas dependendo do estágio da doença. Por isso, quando há suspeita de lesão nos rins, é melhor buscar a opinião de um nefrologista antes de adotar qualquer hábito alimentar.

Quais são os grupos de risco para doenças renais?
De acordo com dados do Ministério da Saúde, pessoas acima de 50 anos de idade estão no grupo de risco das doenças renais. Além disso, o risco é maior entre as pessoas que têm casos de doenças renais crônicas na família.

Outras enfermidades, como a diabetes, a hipertensão, e os problemas cardiovasculares também influenciam o desenvolvimento dessas doenças. Pessoas acima do peso e fumantes também estão no grupo de risco.

Quais são os sintomas das doenças renais?
Os principais sintomas das doenças renais são cansaço, palidez, falta de apetite e inchaço nas pernas. O aumento da pressão arterial também pode ser um sinal de alerta, assim como espuma e sangue na urina. Mudanças nos hábitos urinários, como ir ao banheiro mais vezes à noite, também devem ser observadas.

De que outras formas as doenças renais podem ser prevenidas?
É importante manter visitas regulares ao médico, principalmente para as pessoas que fazem parte do grupo de risco (hipertensos, diabéticos, portadores de doenças cardiovasculares, familiares de pacientes com doenças renais). Além disso, hábitos como praticar atividades físicas e beber água ajudam na prevenção de doenças renais. Não fazer uso de medicamentos sem prescrição médica e não fumar também são importantes para manter a saúde dos rins.

Fontes
Healthline - 1
Healthline - 2
Governo do Brasil
Sociedade Brasileira de Nefrologia - 1
Sociedade Brasileira de Nefrologia - 2
Sociedade Brasileira de Nefrologia - 3
Ministério da Saúde

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisão: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor técnico: Geraldo Majjela

  • Gostou? Compartilhe: