Uma idosa mulher, a frente de uma médica geriatra com os dizeres: Os benefícios do acompanhamento de um geriatra

Os benefícios do acompanhamento de um geriatra

Data de publicação: 16/04/2019 17:21:00
Categoria: Geriatria e Longevidade

Por Krisha McCoy

Ser acompanhado por um médico qualificado e atento aos desafios da terceira idade é uma estratégica importante para o envelhecimento saudável. Por isso, é recomendável considerar um geriatra para acompanhar as necessidades de saúde e manter o checkup em dia.

Especializado em geriatria, os médicos geriatras são certificados em medicina familiar ou interna – voltada para o ambiente hospitalar –, concentrando seus conhecimentos na prevenção e no tratamento de doenças e deficiências causadas pelo envelhecimento.

A equipe desse médico pode ser multidisciplinar, voltada para a qualidade de vida do idoso, incluindo profissionais como enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, assistentes sociais, entre outros.

A Sociedade Geriátrica Americana (AGS, em inglês) recomenda buscar o atendimento de um geriatra em situações de fragilidade e comprometimentos significativos da saúde relacionados à idade. Esses casos incluem múltiplas doenças e deficiências, além de problemas mentais.

Idosos que têm problemas como incontinência, quedas frequentes, problemas de memória ou sofrem com efeitos colaterais de medicamentos também podem se beneficiar dos cuidados específicos desse especialista.

A necessidade de um acompanhamento holístico de uma equipe geriátrica, além do desafio de gerenciamento do estresse provocado pelos cuidados a um paciente em condições críticas também são situações que podem ser amenizadas por essa especialidade.

A abordagem holística de uma equipe de saúde geriátrica
Um plano de envelhecimento saudável feito por uma equipe de saúde geriátrica leva em consideração características únicas de cada indivíduo, como o histórico de doenças e a condição de saúde atual.

Pacientes que sofrem de limitações motoras e têm dificuldades em realizar tarefas cotidianas, como tomar banho, se vestir ou comer, podem ter maior qualidade de vida quando atendidos por uma equipe especializada e experiente.

O clínico geral que acompanha o paciente pode ajudá-lo a encontrar um médico geriatra. Caso não haja indicação, é ideal buscar o histórico do médico, detalhes sobre sua formação e experiência. Ao ligar para os consultórios é possível conhecer as especialidades do profissional e descobrir se ele atende às demandas do paciente.

Um geriatra disponível e que atenda ao plano de saúde, é essencial. Na consulta inicial, o paciente e seus acompanhantes não devem deixar de fazer perguntas e avaliar se a comunicação com o profissional é eficaz.

Para a manutenção da qualidade de vida e sucesso nos tratamentos de saúde, é essencial que haja uma boa relação entre o médico e o paciente.

Fonte:

Tradutora e Redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim
Diretor Geral: Geraldo Majella

  • Gostou? Compartilhe: